Loading...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Mãe estava ao telefone com o filho baleado em Prudente

A mãe do auxiliar de laboratório Roberto Vieira de Castro, 21, que está internado em Presidente Prudente em estado grave após levar um tiro, disse que estava ao telefone com o filho quando ele foi baleado.



Ele me ligou e eu ouvi barulho, confusão. Então eu disse: `Filho, saia daí, por favor!", contou a dona de casa Lúcia Helena Vieira.

Instantes depois, a ligação caiu. Quando ela ligou de volta, outra pessoa atendeu o celular de Roberto, informando que ele estava a caminho do hospital.

"Quando descreveram o Roberto, tive certeza que era ele, por causa de uma tatuagem. Então eu entrei em desespero", contou.

Roberto, 21, mora em Recife com a mãe e estava em férias com um primo em Itapetininga. Sócio da torcida Mancha Alviverde, ele costuma ir em quase todos os jogos do clube.

"Vou pedir pra ele não ir nunca mais", disse a mãe.

O estado de saúde de Roberto ainda é muito grave. Segundo a mãe dele, a bala entrou pelo glúteo e rompeu artérias. Um pedaço do intestino, segundo ela, foi retirado.

Segundo último boletim do Hospital Regional, onde ele está internado, não houve mudanças em relação ao quadro da última segunda-feira. Ele está internado na UTI.

O outro torcedor, Lucas Alves Lezo, baleado na perna, sairá do hospital ainda nesta terça-feira e prestará novo depoimento na polícia.

Fonte:http: //is.gd/wu55NI

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala




Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.

A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.

Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre.22 a baixa velocidade.

A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.

O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.



Fonte: http://is.gd/E8S7nO

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala




Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.

A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.
Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre.22 a baixa velocidade.
A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.
O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.


Fonte: http://is.gd/E8S7nO

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala




Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.

A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.
Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre.22 a baixa velocidade.
A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.
O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.


Fonte: http://is.gd/E8S7nO

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala


Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.
A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.
Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre.22 a baixa velocidade.
A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.
O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.


Fonte: http://is.gd/E8S7nO

Cientista e artista plástica criam pele à prova de bala


Arte e genética não costumam andar juntas, mas um caso raro de parceria nessas duas áreas levou à fabricação de uma pele à prova de balas.
A parte científica coube ao pesquisador Randy Lewis, da Universidade do Estado de Utah. Ele se tornou famoso recentemente por tornar viável comercialmente uma fibra de seda produzida a partir de genes de aranhas, usando no processo cabras e bichos da seda.
Já do lado artístico, Jalila Essaidi utilizou células da pele humana e de teia de aranha no novo tipo de pele capaz de parar balas de revólver de calibre.22 a baixa velocidade.
A pele não pode salvar a vida de uma pessoa, afirma a artista. Mas ela salienta a importância do produto por não existir nada semelhante até agora --o estudo foi bancado por um fundo voltado para artes e genética.
O futuro do produto ainda é incerto. Lewis não vê aplicações neste exato momento, mas no futuro poderia ser criada uma teia alterada geneticamente com aplicações médicas que substituiria, por exemplo, tendões e ligamentos lesionados.


Fonte: http://is.gd/E8S7nO

Vida saudável" pode garantir desconto em planos de saúde

Desde ontem, usuários de planos de saúde podem ter desconto de até 30% na mensalidade se aderirem a programas para estimular alimentação saudável, prática de exercícios, realização de exames preventivos ou mudanças de hábitos associados a doenças crônicas.



As vantagens estão em resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar que acaba de entrar em vigor.

A resolução permite ainda a oferta de prêmios como mudança para um plano com maior cobertura, descontos em medicamentos ou até mesmo bens materiais sem relação com saúde.

Como a norma é facultativa, as empresas não estão obrigadas a oferecer esses benefícios. Caberá a elas também definir como irão incentivar e fiscalizar o cumprimento dessas práticas mais saudáveis.

A ANS proíbe, no entanto, que os descontos ou prêmios estejam atrelados a resultados práticos. Não poderá ser exigido, por exemplo, que alguém emagreça em decorrência das atividades propostas nem que passe a utilizar menos os serviços cobertos pelo plano de saúde.

As operadoras estão autorizadas também a fazer programas focados em grupos. Crianças com vacinação em dia, realização de exames preventivos para homens no caso de câncer da próstata ou mulheres para câncer de mama são alguns exemplos.

No caso de atividades mais difíceis de fiscalizar, como a prática de exercícios ou alimentação saudável, os planos poderão, por exemplo, indicar um profissional de saúde para fazer o acompanhamento e incentivar hábitos preventivos.

A gerente-geral de regulação assistencial da ANS, Martha Oliveira, explica que muitas operadoras já ofereciam programas de incentivo a práticas preventivas, mas a oferta de descontos atrelados a eles na mensalidade não era permitida.

Arlindo de Almeida, presidente da Abramge (Associação Brasileira de Medicina de Grupo), diz que a resolução é bem-vinda justamente porque uma das maiores dificuldades das operadoras representadas pela entidade era a baixa adesão aos programas.

Ele diz acreditar que, com a possibilidade de oferecer descontos e prêmios, a adesão aumente e mais empresas passem a trabalhar com iniciativas como essas.
A Federação Nacional de Saúde Suplementar, outra entidade que representa empresas do setor, afirma que ainda está estudando a norma e não quis se pronunciar.



  Fonte: http://www1.folha.uol.com.br

domingo, 21 de agosto de 2011

Deputado do Maranhão é o que mais pediu reembolso durante recesso parlamentar

Os gastos de Maranhão em julho se concentraram em dois itens: R$ 25 mil em um trabalho de consultoria e outros R$ 20.300 em divulgação do mandato. Procurado nos últimos dias pelo UOL Notícias, o deputado do PP não foi encontrado para fazer comentários sobre seus gastos. Logo atrás dele no pódio da cota parlamentar no recesso estão Silas Câmara (PSC-AM) e Roberto Balestra (PP-GO). Eles gastaram, respectivamente, R$ 46.487,31 e R$ 38.329,34.

O que é a cota parlamentar?

Os gastos passíveis de reembolso, a chamada cota parlamentar, incluem passagens aéreas, telefonia, cota postal, escritório de apoio, assinatura de publicações, locação de meios de transporte, hospedagem, combustíveis, segurança pessoal, serviços de consultoria, publicidade e alimentação.

O valor máximo mensal da cota varia para cada Unidade da Federação (UF), de R$ 23 mil (para deputados do Distrito Federal) a R$ 34 mil (para deputados de Roraima).




Fonte: http://is.gd/dHgo4F

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Vereadores aprovam 'bolsa paletó' em cidade do RN

Os nove vereadores de São João do Sabugi (310 quilômetros de Natal) criaram um auxílio anual de R$ 525, apelidado pelos moradores de"bolsa paletó", para que eles possam comprar a peça de roupa ou blazer.
O valor da bolsa corresponde a 35% do salário de R$ 1.500 dos vereadores, que não poderão participar das sessões sem paletó. O auxílio custará R$ 4.725 à Casa.

A criação do auxílio foi motivada após uma lei obrigar, desde julho, o uso de paletó ou blazer durante as sessões da Câmara da cidade. A gravata é dispensável.
A lei que obriga o blazer foi proposta pela mesa diretora e aprovada por unanimidade pelos vereadores. "Assim fica uma sessão mais organizada", justifica o presidente da Câmara, Cipriano Neto (PR).
O autor da resolução que concede a bolsa, vereador Marcílio Dantas (PMDB), que tem um paletó no guarda-roupa, diz que "o importante é o trabalho em prol da cidade, mas [a aparência] também importa. Você não pode ir a uma reunião de chinelo".

São João do Sabugi tem 5.922 habitantes. Seu clima semiárido, com temperatura média máxima em torno dos 31,3ºC, não estimula muito a população a usar o paletó.
O vice-prefeito do município, Vivarte Brito (PMDB), diz que só vestiu a peça em sua posse. "Aqui, só juiz de direito e executivo usam."

O ar-condicionado instalado na Câmara no ano passado, porém, vai garantir que os vereadores não suem demais dentro de seus blazers.
Alcides de Morais (DEM), um dos vereadores que elaborou a resolução, diz que já deixa o paletó na Câmara para não ter que ir até o local com ele. Veste a peça só durante a sessão.
A "bolsa paletó" deveria ser concedida já neste ano, de acordo com a resolução. Como ela não estava no orçamento, ainda não se sabe se será paga em 2011.
Os vereadores da cidade participam de apenas quatro sessões por mês, sempre nas noites de terça-feira.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Goiás contrata o meia Elivélton

O meia Elivélton, 18 anos, é o novo reforço do Goiás para a sequência
da Série B. Ele chega a Goiânia às 19h30 desta segunda-feira (1º),
passa por exames médicos e assina contrato de empréstimo 
até maio de 2012. Revelado pelo Grêmio Prudente, o armador ganhou 
espaço entre os titulares na reta final do Paulistão e, sob comando
de Marcio Goiano, se destacou na campanha do time na Copa do Brasil.

Elivélton de Araújo Rego é maranhense de Pedreiras e por pouco não 
passa a ser o caçula do elenco esmeraldino, pois nasceu 25 dias 
antes do atacante Assuério. “Ele é alto, tem 1,82 m, faz a ligação 
do meio ao ataque e finaliza muito”, descreve o gestor de futebol do 
clube, Kleber Guerra. “Ou seja, exerce a mesma função do Diniz, só 
que pela direita”.

No Campeonato Paulista, o jogador marcou um gol, diante do Santo
André, e chamou a atenção da revista Placar, que o escolheu para 
a foto principal do Barueri no último Guia do Brasileirão 
e o colocou como o “responsável pela armação do time”. Já pela 
Série B, ele disputou três partidas – uma delas contra o Goiás, 
no Serra Dourada, onde vestiu a camisa 8. Indicado por Marcio
Goiano, o atleta pertenceao grupo de investidores que 
controlava o Prudente e, segundo Kleber,“vem para ser opção”.

Ficha técnica:
Nome – Elivélton de Araújo Rego
Idade – 18 anos (30/1/1993)
Naturalidade – Pedreiras (MA)
Altura – 1,82 m
Peso – 77 kg
Clubes – Grêmio Prudente (2010-2011) e Grêmio Barueri (2011)

                                               Fonte: www.goiasesporteclube.com.br

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Verdão é 25º no novo ranking da Conmebol

Na última atualização semanal do novo ranking da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), divulgada nesta quinta-feira (28), o Goiás está em 25º – oitavo dentre os brasileiros –, com 137,7 pontos. O mecanismo leva em conta vitórias, empates, classificações para fases seguintes e títulos conquistados por clubes do continente e do México nas últimas cinco edições do Mundial de Clubes da Fifa, da Recopa Sul-Americana e das Copas Libertadores, Sul-Americana e Suruga Bank.

A versão atual do ranking foi criada em 16 de maio com o objetivo de “se tornar uma ferramenta de referência para avaliar o rendimento mais recente das equipes no cenário internacional e fomentar o debate futebolístico na região”. No lançamento, o Goiás, atual vice-campeão da Copa Sul-Americana, ocupava o 22º lugar, com 141,78 pontos.

Nuevo ranking de la Conmebol
1. LDU (Equador) → 581,03 pontos
2. Internacional (Brasil) → 548,86
3. Estudiantes (Argentina) → 476,66
4. Santos (Brasil) → 308
5. Cruzeiro (Brasil) → 304,2
6. Boca Juniors (Argentina) → 272,38
7. Libertad (Paraguai) → 262,42
8. Vélez Sarsfield (Argentina) → 261,56
9. São Paulo (Brasil) → 228,14
10. Cerro Porteño (Paraguai) → 224,4
11. Fluminense (Brasil) → 212,32
12. Independiente (Argentina) → 204,4
13. Nacional (Uruguai) → 203,98
14. Grêmio (Brasil) → 192,48
15. Universidad de Chile (Chile) → 184,29
16. Universidad Católica (Chile) → 177,32
17. Peñarol (Uruguai) → 175,9
18. Chivas Guadalajara (México) → 175,73
19. Colo Colo (Chile) → 174,63
20. Palmeiras (Brasil) → 172,89
21. Arsenal (Argentina) → 161,36
22. América (México) → 155,4
23. Defensor Sporting (Uruguai) → 148,28
24. Caracas (Venezuela) → 139,9
25. Goiás (Brasil) → 137,7 

Fonte: www.goiasesporteclube.com.br
 

sábado, 23 de julho de 2011

Torcida esmeraldina promete invadir o Serra

A Torcida do Goiás deve lotar o Serra Dourada para o jogo contra o Sport (PE). O time que busca a terceira vitória consecutiva na Série B do Brasileirão 2011 tem passado confiança.

Renovado, o Verdão de Harlei e CIA, está muito diferente daquele dos primeiros jogos. Bastou sangue novo - Marcinho Guerreiro, Alan Bahia, Iarley e Douglas deram outro alento ao Verde mais querido do Centro-Oeste brasileiro.

As expectativas de uma boa campanha para voltar à Série A aumentam a cada jogo. O Goiás venceu o Vitória (BA) por 4 a 1, bateu o Americana (SP) por 3 a 1 e jogando muito bem. Contra o Sport, o Verdão terá de jogar muito, somar mais 3 pontos e ainda em casa é muito importante.

Os ingressos para o jogo já estão à venda e podem ser adquiridos na Serrinha. A diretoria esmeraldinha disponibilizou 40 mil bilhetes. Como a equipe está em lua-de-mel com a torcida, o Serra ficará pequeno. O jogo começa às 19:30hs. Dá-lhe Verdão